Banco de Informações de Tecnologia e Equipamentos para Supermercados

Notícias

14/10/2019

Brasileiro economiza para gastar mais de R$ 1 mil na Black Friday

Uma pesquisa do Google sobre a intenção de compra para a BlackFriday deste ano – que acontece no fim de novembro – é um retrato do comportamento dos brasileiros. De acordo com a empresa, a intenção de consumo na data promocional aumentou 58% em relação a 2018, e a média de gasto por consumidor deve ser de R$ 1.330. 

Para ter dinheiro para gastar na Black Friday, os brasileiros estão se preparando e tentando organizar sua vida financeira. Aumentou o número de buscas de termos como “planilhas para organizar meu dinheiro” e “como se planejar financeiramente”. Também há um boom de visualizações em canais de educadores financeiros e especialistas em planejamento de finanças pessoais no YouTube. 

Boa notícia? Não, na avaliação de Aline Prado, analista de consumo e comportamento do Google. “A educação financeira no Brasil chega com a necessidade de consumo. Novembro é o mês do consumo e, assim, outubro se torna o mês do planejamento financeiro. O abismo entre a realidade e os desejos vão demandar mais planejamento e produtos financeiros”, afirmou Aline, durante evento em São Paulo. 

“É uma organização que não tem muito a ver com o estar preparado para se educar financeiramente, mas sim pela vontade de consumir”, disse ao InfoMoney. 

Para a executiva, ao procurar organizar suas finanças, a maioria dos brasileiro não busca uma mudança de mentalidade que melhore sua saúde financeira, mas sim poder comprar sem se complicar financeiramente. 

Desejo e realidade 

Aline chama atenção para a disparidade entre recursos disponíveis para consumir- já que o endividamento das famílias é grande – e o desejo de participar da BlackFriday e conseguir as melhores promoções. 

Para ela, uma melhora nas finanças faz com que o consumidor se sinta mais preparado e apto para consumir, ainda que o sentimento de pertencimento, principalmente durante um evento de magnitude mundial, seja importante. 

“De alguma maneira, sim, a melhoria nas finanças faz com que a pessoa se sinta parte do evento, mas principalmente prepara o consumidor para o evento”, conclui. 

Comportamento de consumo é sazonal 

De acordo com estudo, as buscas na internet ligadas ao planejamento financeiro crescem a partir de junho e chegam no pico no mês de outubro, antes da Black Friday.

Desde a implementação da data pelo varejo nacional, é a partir de setembro que a intenção de consumo sobe dois pontos percentuais por mês até o fim do ano e as buscas por vídeos de educadores financeiros ou cursos sobre o assunto disparam.

Aline afirma que os fatores que aumentam essa busca no segundo semestre por consumo são variados, entre eles aumento de renda e maior circulação de dinheiro.

A renda aumenta cerca de 1% a cada mês a partir de setembro, segundo a pesquisa. Com a temporada de fim de ano chegando, há mais vagas de emprego – majoritariamente vagas temporárias por conta do grande fluxo no comércio – e, historicamente, uma maior oferta de crédito, além da chegada do décimo terceiro salário, que coloca mais dinheiro em circulação e fomenta o consumo.

Fonte: Info Money

 



TAGS

bits tecnologia supermercado



Veja mais notícias

>> clique aqui para ver todas as notícias

Publicidade

developed by atr2japan Copyright 2012 - 2019 - Abras - Todos os direitos reservados