Banco de Informações de Tecnologia e Equipamentos para Supermercados

Notícias

14/11/2017

Celular ganha espaço na Black Friday

São Paulo - A internet deve ganha neste ano ainda mais relevância nas vendas para a Black Friday, segundo levantamento do Google com o Ibope. De acordo com a pesquisa, os destaques este ano serão as vendas feitas por smartphones e tablets e 92% dos entrevistados pretendem comprar pela internet.

A facilidade para comparar preços e fazer o melhor negócio, além da comodidade para o cliente estão entre os maiores facilitadores para a compra pelo canal virtual, e com a expansão dos celulares inteligentes e dos tablets começam a se destacar na comparação com as vendas realizadas por meio de desktops: em 2017, 31% das pessoas pretendem comprar via smartphones ou tablets. Em 2016, esse índice foi de 22%.

O comportamento de pesquisar antes de comprar também está crescendo entre os consumidores, 9 em cada 10 pretendem pesquisar antes de comprar e 56% declaram que vão usar a Busca para encontrar as melhores ofertas vs. 53% em 2016 e 48% em 2015

Perfil do consumidor

O Google reportou que as lojas on-line são o local preferido para efetuar a compra. Porém, para 34% dos entrevistados a loja física também será um destino de compra.

Na pesquisa de 2017 os Smartphones ganharam destaque: 38% das pessoas dizem que farão pesquisa nesse dispositivo, em 2016 era 27%. Já para compra, 30% afirmam ter interesse, ante aos 20% apurados ano passado.

Para o evento de 2017, eletrônicos e eletrodomésticos ainda lideram o ranking dos produtos preferidos: 65% das pessoas pretendem comprar algum tipo de produto dessas categorias e as roupas e calçados seguem em segundo lugar, (47% de intenção de compra).

Outro fator destacado foi que 76% planejam comprar apenas eletrônicos novos, mas os usados ampliam sua participação: 19% consideram também comprar produtos desse tipo , em 2016, o índice era de 17%. "TVs de tela fina foram itens que cresceram no interesse, provavelmente por conta do Mundial em 2017. Em 2016, 22% afirmaram que comprariam o item na data. Agora são 25%", dizia o levantamento. Este ano a intenção de compra permanece estável em relação a 2016 com 87% dos respondentes pretendendo comprar algo na data, já o gasto médio teve uma pequena redução de 2%, ficando em R$ 1.071,00.

Fonte: DCI São Paulo



TAGS

bits tecnologia supermercado



Veja mais notícias

>> clique aqui para ver todas as notícias

Publicidade

developed by atr2japan Copyright 2012 - Abras - Todos os direitos reservados