Banco de Informações de Tecnologia e Equipamentos para Supermercados

Notícias

06/01/2016

Nordeste tecnológico: Três iniciativas que mostram o investimento na região

Em tempos de estagnação econômica, as projeções sobre o Produto Interno Bruto (PIB) não são as mais otimistas. Se no ano passado o país cresceu apenas 0,1%, entretanto, o Nordeste alcançou uma elevação de 3,7%, segundo o Banco Central.

Os números para esse ano devem ser ainda mais modestos, mas os investimentos na região estão surgindo – especialmente em tecnologia. Desde construção de polos tecnológicos, criação de empresas e incubadoras, até digitalização da rede de ensino, são iniciativas pioneiras que chegam a dar inveja ao restante do Brasil. Conheça:

Inauguração de polo em Alagoas

Com custo estimado em R$ 15 milhões, a cidade de Maceió (AL) está prestes a inaugurar a primeira parte do Polo de Tecnologia da Informação, Comunicação e Serviços (Cais Tecnológico) em janeiro de 2016. O objetivo do prédio de três pavimentos e área total de 6,1 mil m² é acomodar até 40 empresas de pequeno, médio e grande portes para incentivar a inovação e desenvolvimento da economia criativa ligada ao setor de Tecnologia da Informação (TI) em Alagoas.

“A inauguração do polo é um novo marco para a economia local, ao promover de forma mais dinâmica a inovação e o fortalecimento das empresas, além da atrair novos investidores por meio de uma gestão com participação das iniciativas pública e privada”, afirma Jean Paul Torres Neumann, Relações Institucionais da Associação das Empresas Brasileiras de Tecnologia da Informação – Regional Alagoas (Assespro-AL), que apresentou no mês de dezembro um projeto de gestão ao Governo do Estado.

Espelho em Pernambuco

Enquanto Alagoas dá os primeiros passos rumo ao desenvolvimento tecnológico, pode se espelhar em seu vizinho Pernambuco. O Polo Digital do Recife abriga 250 empresas e instituições dos setores de Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC) e de Economia Criativa (EC), além de incubadoras, aceleradoras de negócios, institutos de pesquisa e organizações de serviços associados, além de diversas representações governamentais. Ao todo, movimenta 6,5 mil empregos diretos e conta com faturamento superior a R$ 1 bilhão.

Uma das empresas recém-instaladas no local é a unidade corporativa da Locaweb, a Locaweb Corp, que chega para se aproximar dos 40 clientes da região e suprir a demanda por serviços customizados. “O mercado nordestino está em pleno desenvolvimento, tanto que o setor de serviços continua crescendo nesta região, apesar da crise. Por esse e outros motivos que nós acreditamos em seu potencial e investimos na abertura dessa filial”, afirma Alex Glikas, diretor responsável pela Locaweb Corp.

 

Fonte: Assessoria de Comunicação da Assespro-AL



TAGS

bits tecnologia supermercado



Veja mais notícias

>> clique aqui para ver todas as notícias

Publicidade

developed by atr2japan Copyright 2012 - 2019 - Abras - Todos os direitos reservados