Banco de Informações de Tecnologia e Equipamentos para Supermercados

Notícias

21/08/2012

Mercado de infraestrutura para lojas virtuais tem novo competidor

Dois nomes conhecidos do mercado brasileiro de comércio eletrônico uniram-se para competir na área de softwares de infra-estrutura para lojas virtuais, conhecidas como "plataformas de e-commerce". Vinicius Pessin e Walter Sabini Junior inauguram hoje a e-smart, companhia de software e serviços para lojas virtuais.

Vinicius Pessin atua na área de internet há 15 anos. Com passagens por Terra Networks Brasil, Matrix Internet e Plug In, atuou nos últimos cinco anos como diretor do UOL Host, empresa de hospedagem e serviços do UOL.

Walter Sabini Junior atua no mercado de tecnologia há 16 anos. Professor na Fundação Getúlio Vargas (FGV) e na ESPM, é conhecido por ter fundado a Virid Interatividade Digital, empresa de marketing por e-mail que foi vendida em 2011 para a Experian, por R$ 9 milhões. "Passei o ano sabático avaliando áreas com potencial para investir, até fechar o projeto com o Pessin", afirmou o executivo.

Pessin, sócio e presidente da e-smart, disse que plataformas oferecidas por gigantes como Oracle e IBM têm custo alto para pequenos varejistas, e a tecnologia é pouco intuitiva. O cenário de oferta e a perspectiva de crescimento do comércio eletrônico a taxas anuais de 25% estimularam os sócios a fundar a companhia.

A e-smart nasceu com investimento de US$ 10 milhões, obtido com recursos dos sócios e de grupos de investimento, incluindo a MBP Participações e Investimentos. Parte dos recursos foi usada na aquisição da Virtual Biz, dona de uma carteira de 50 lojas virtuais, incluindo Hering, a loja de suplementos alimentares Nutriworld e Arena, de produtos de natação.

A e-smart opera com uma plataforma de comércio eletrônico própria e previsão de lançamento de outros softwares em 45 dias. A companhia mantém acordos com fornecedores de algumas tecnologias voltadas para lojas virtuais. Na área de serviços de pagamento eletrônico, a companhia tem como parceiros o PayPal, controlado pela americana eBay; Pagamento Digital, do BuscaPé; o PagSeguro, do UOL; Redecard e Cielo. Na área de publicidade on-line, tem acordos com Google, Mercado Livre e BuscaPé. Na parte de logística, mantém parceria com a Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos (ECT).

A empresa tem 20 funcionários e um escritório na capital paulista. A meta dos sócios é alcançar 200 clientes empresariais no primeiro ano de operação e atingir uma receita de R$ 20 milhões. O mercado-alvo são companhias varejistas de pequeno e médio portes.

Sabini Junior observa que 80% das empresas de varejo não estão na internet e a maioria desconhece as tecnologias disponíveis para uma venda exitosa por internet. Como parte da estratégia da companhia para atrair esses varejistas, a e-smart inaugurou um site contendo vídeos e dicas para tornar o negócio mais atrativo na internet.

Os sócios também avaliam realizar outras aquisições no país e abrir escritórios regionais, como parte da estratégia para incrementar o número de clientes. "Existe um grande número de grupos regionais de médio porte muito bem-sucedidos no varejo físico, e que ainda não competem na internet", opinou Pessin.



Veículo: Valor Econômico


TAGS

mercado infraestrutura lojas



Veja mais notícias

>> clique aqui para ver todas as notícias

Publicidade

developed by atr2japan Copyright 2012 - 2019 - Abras - Todos os direitos reservados