Banco de Informações de Tecnologia e Equipamentos para Supermercados

Notícias

10/03/2017

Embraco ingressa em tecnologia para o varejo

Por Gustavo Brigatto | De São Paulo

A Embraco, fabricante de compressores de origem brasileira que pertence à dona da Brastemp e da Consul, a americana Whirlpool, decidiu ampliar sua atuação para além do mundo da refrigeração e ingressar na área de tecnologia para o varejo.

A companhia comprou, por valor não revelado, o controle da startup UpPoints, de Florianópolis. Os dois fundadores e a aceleradora Startup Farm permanecem como acionistas minoritários. "Não queremos deixar de seu um fabricante de compressores, mas a diversificação é necessária para que possamos crescer de forma saudável. O mercado será muito diferente em 10 anos", disse Ernani Nunes, diretor de novos negócios da Embraco, ao Valor.
 
Criada em 2012, a UpPoints desenvolveu um sistema de inteligência artificial que permite monitorar vendas em lojas. Isso é feito por meio de câmeras instaladas nos pontos de venda que filmam tudo o que está acontecendo. As imagens são analisadas em tempo real e geram relatórios sobre falta de produtos, organização de itens na gôndola, interação do consumidor com os produtos expostos, entre outros. De posse dessas informações, varejistas e fabricantes podem tomar decisões sobre a programação de entrega de produtos, ações em ponto de venda etc.
 
Tradicionalmente, esse tipo de monitoramento é feito por meio de softwares de gestão das gigantes Oracle e SAP, da brasileira Neogrid e também pela empresa de pesquisa Nielsen. Segundo José Glorigiano, diretor-presidente da UpPoints, essas medições avaliam o que entra e sai de uma loja, mas não o comportamento do consumidor.
 
Com 15 funcionários, a startup ainda não tem receita. Sua tecnologia - que gerou seis patentes, sendo uma já aplicada e cinco em processo de aplicação - estava em testes em 50 lojas até o fim do ano passado. As vendas serão iniciadas, efetivamente, neste semestre. "Seremos mais comerciais no 2º semestre", disse Glorigiano. Segundo ele, a companhia atuará de forma independente da Embraco, mantendo sua marca e sua estrutura. A tecnologia da UpPoints será oferecida, inicialmente, a grandes marcas, mas o objetivo é vender para o varejo como um todo, afirmou Nunes.
 
A estratégia de diversificação dos negócios da fabricante de compressores começou a tomar forma em 2015, quando pesquisas indicaram cinco áreas para as quais a companhia poderia caminhar: gestão de energia, internet das coisas, preservação de alimentos, reciclagem e varejo.
 
Ainda naquele ano, a companhia deu o primeiro passo para colocar em prática o que foi desenhado, ao fechar um acordo de distribuição exclusiva dos produtos da italiana Dorin Innovation no Brasil. Com a parceria, a Embraco entrou em um segmento em que ainda não atuava, o de compressores semi-herméticos, usados na refrigeração comercial e industrial.Nunes não revela quanto os novos negócios representam ou podem representar da receita da Embraco, mas diz que companhia está aberta a diferentes modelos de negócios. 
 
A Embraco é uma daquelas empresas que está na vida da maioria das pessoas, embora quase ninguém se dê conta. Os compressores da companhia estão instalados nos eletrodomésticos da Whirlpool e nos produtos de concorrentes. Com 10 mil funcionários, tem fábricas no Brasil, na Itália, na China e na Eslováquia, com capacidade de produzir 25 milhões de compressores por ano. No fim de 2016, a empresa teve seu capital fechado pela Whirlpool e deixou a BM&FBovespa, depois de mais de duas décadas de listagem.
 

Fonte: Valor Econômico



TAGS



Veja mais notícias

>> clique aqui para ver todas as notícias

Publicidade

developed by atr2japan Copyright 2012 - Abras - Todos os direitos reservados